Now Reading
17 pratos que você deve experimentar na Alemanha

17 pratos que você deve experimentar na Alemanha

Se você vai fazer Erasmus na Alemanha, vai querer provar a cozinha alemã mais cedo ou mais tarde. Em geral, a Alemanha está associada à currywurst de Berlim ou à cerveja e salsichas brancas de Munique. Ambos são representantes honrados de sua latitude geográfica, mas a culinária alemã tem muito mais a oferecer. Degustação de salsichas, sobremesas doces e muita variedade para os amantes de carne. Aqui está uma seleção de pratos de todo o mapa alemão.

 

dishes-you-must-try-erasmus-germany1. Birnen, Bohnen, Speck (Schleswig-Holstein)

Esta refeição é conhecida na parte norte em torno de Schleswig-Holstein, na Baixa Saxónia, em Mecklenburg-Vorpommern e em Hamburgo. Os três ingredientes são servidos juntos como uma espécie de cozido com batatas.

A post shared by Gerit (@levper) on

2. Labskaus (Hamburg)

Labskaus é um prato de batata com carne curada e beterraba vermelha consumida no norte da Alemanha. O Labskaus é preparado em fatias de pão, e consiste principalmente em batatas cozidas e carne enlatada, com arenque em conserva, cebola, beterraba e ovos fritos.

A post shared by Mark Far Away (@mark5man71) on

3. Matjesfilet mit Speckstippe (Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental)

Este prato típico do norte da Alemanha tem arenque em conserva maturado em solução salina como a estrela do prato, e é servido com batatas sem casca, feijão verde com bacon e cebola. Esta versão de arenque é muito popular na Alemanha. Todos os anos, o Matjesfest (ou Festival do Arenque em Conserva) acontece no final de maio / início de junho em East Friesland na costa do Mar do Norte.

4. Quark mit Leinöl und Kartoffeln (Brandenburgo)

Os ingredientes saudáveis e saborosos estrelam o nome deste prato – quark com óleo de linhaça e batatas – que é tradicionalmente servido com Pellkartoffeln (batatas cozidas com casca) como acompanhamento. Costumava ser considerado alimento para os pobres, mas sob a influência da população sorábia, ganhou grande popularidade e é agora considerada como uma especialidade local da culinária saxônica. Também é conhecido como um prato de café da manhã, um lanche ou como alimento de dieta.

A post shared by Jana Weber (@gesundmitzukunft) on

5. Bremer Knipp (Bremen)

Knipp é um tipo de pudim preto picado. É uma especialidade em Bremen e em algumas regiões da Baixa Saxônia, e também costumava ser considerada como alimento para os pobres. Knipp é feito de aveia, carne de porco e bife, temperada com sal, malagueta e pimenta. A salsicha é tradicionalmente frita, servida com pão ou com batatas assadas ou cozidas, pepino, abóbora, chucrute, purê de maçã e beterraba.

 

A post shared by pegecafe (@peterlandman2) on

6. Pinkel mit Grünkohl (Baixa Saxônia)

O Pinkel é uma linguiça defumada e grossa, consumida principalmente com repolho verde no noroeste da Alemanha. É um prato particularmente nutritivo e gorduroso, frequentemente servido com ingredientes de carne defumada. Batatas cozidas ou fritas são comuns como acompanhamento, assim como uma tigela de mostarda.

7. Linseneintopf (Alta Saxônia)

Linseneintopf é um prato global cujas variações se estendem por todos os continentes. Naturalmente, o norte da Alemanha também tem sua versão. É um cozido com lentilhas, legumes em cubos, batatas, bacon e barriga de porco ou salsicha. Em algumas regiões alemãs, lentilhas com linguiça de sangue fatiada, vinagre e açúcar adicionais são usados como temperos a gosto pessoal.

A post shared by Christian Burkard (@burkard13) on

8. Currywurst (Berlim)

O clássico alemão. Currywurst é um prato de salsicha, servido inteiro ou em cubos, coberto com molho de tomate e caril em pó. É principalmente servido em lanchonetes ou food trucks. É igualmente popular como uma refeição pronta nos supermercados. Todos os anos, mais de 800 milhões de salsichas de caril são engolidas na Alemanha.

9. Pfefferpotthast (Renânia do Norte-Vestfália)

Esta receita simples é um prazer absoluto para o público de Dortmund. Todos os anos, há até um festival Pfefferpotthast na cidade no final de setembro. É um prato de carne cozido lentamente semelhante ao goulash; a diferença é que não há tomates ou paprica. Em vez disso, folhas de louro, cravo e pimenta são usados. A receita foi registrada pela primeira vez na cidade em 1378!

10. Speckkuchen (Hesse)

Speckkuchen é uma especialidade do Norte feita a partir de massa de pão de centeio. O prato é preparado e consumido em grandes quantidades, especialmente no interior e em parques de diversões. A massa que se espalha no pão antes de assar é uma mistura de creme azedo, ovos, alho-poró, bacon picado e especiarias.

A post shared by @gelis_lieblingsdinge on

11. Thüringer Rostbratwurst (Turíngia)

A Thüringer Rostbratwurst é uma linguiça de porco, mas também pode ser feita de vitela ou de carne bovina. Comer esta salsicha é uma tradição centenária na Turíngia e tem um significado muito alto. A mais antiga menção conhecida data de 1404. Em 2006, o primeiro Museu Alemão de Bratwurst foi inaugurado em Holzhausen, perto de Arnstadt. Deixe para os alemães abrirem um museu de salsichas!

A post shared by Jens Oehring (@oerni72) on

12. Quarkkeulchen (Saxônia)

Estas são panquecas planas ou redondas. Elas são feitos de queijo, batatas raladas, ovos e farinha, e servidas com geleia de frutas e purê de maçã. É o lanche perfeito enquanto você passeia pelos pitorescos mercados de Natal alemães.

13. Sauerbraten (Renânia-Palatinado)

Sauerbraten é uma carne assada refogada pré-tratada e marinada. A marinada geralmente consiste em vinagre, água ou vinho, cebola, cenoura e especiarias. Depois de cozido, um molho doce é derramado sobre ele e é servido com bolinhos de massa, macarrão e salada.

A post shared by Christina (@cmd143xx) on

14. Dibbelabbes (Sarre)

Dibbelabbes é uma travessa de batata, em que uma massa (labbes) é cozida em gordura no forno em uma panela de ferro fundido (dibbe) com uma tampa fechada. Além das batatas, também cebolas, carne seca, pão de leite desnatado e ovos são os ingredientes principais. É servido com um purê de maçã doce ou salada de endívia.

A post shared by Carsten Pilger (@carsten_p_) on

15. Maultaschen (Baden-Württemberg)

Maultaschen é uma especialidade da cozinha da Suábia. Como o nome indica, eles são sacos feitos de massa de macarrão com um recheio básico de carne, cebola e pão ensopado – pense neles como um ravioli alemão. Dependendo da receita, outros ingredientes também podem ser adicionados. Maultaschen são servidos como sopa, com salada de batata ou em uma panela.

16. Schwarzwälder Kirschtorte (Baden-Württemberg)

Um Schwarzwälder Kirschtorte, ou bolo de cerejeira da Floresta Negra, é um dos bolos de creme mais populares da Alemanha. Os ingredientes básicos incluem biscoito de chocolate, recheio de cereja, creme e cerejas com raspas de chocolate como decoração. Pode ter ganhado o nome da Floresta Negra no sudeste da Alemanha, mas a origem geográfica do bolo não está clara.

A post shared by Betti Na (@b_ett_ina) on

17. Weißwurst mit Brezel (Baviera)

A salsicha branca da Bavária é um prato que todos conhecem da Oktoberfest. Como é temperado com sal, tem uma cor cinza-clara. A especialidade de Munique é preparada no início da manhã e tradicionalmente consumida antes do meio-dia como um lanche em mercados e pubs com mostarda doce, pretzels e cerveja branca. Um café da manhã inglês-alemão, se você preferir.

Vem agora conferir 11 pratos que você deve experimentar durante o seu Erasmus em Portugal e 17 pratos que você deve experimentar durante o seu Erasmus na Espanha!


Obrigada por ler esse post!

Quais outros pratos alemães você adicionaria à nossa lista? Conte para nós nos comentários. E lembre-se: se está à procura de alojamento para estudantes na Europa, encontrará a casa de estudantes perfeita na Uniplaces. Temos quartos em Berlim e quartos em Munique!

Scroll To Top